Na reunião mensal +QV, Bispa Sonia fala sobre posicionamento

 

Em 15 de janeiro, aconteceu o primeiro Encontro Mensal de Mulheres +QV de 2022. O tema foi: “OCUPE O SEU LUGAR”.

 

Com transmissão ao vivo do Renascer Hall para todas as igrejas Renascer em Cristo, o evento foi marcado por orações, louvores, histórias de superação, conselhos, momentos de comunhão, homenagens às discipuladoras destaque de janeiro e uma mensagem inspiradora das líderes e fundadoras do projeto Mais que Vencedoras, Bispa Sonia Hernandes e Bispa Fê Hernandes Rasmussen.

 

 

 

 

Acompanhe, a seguir, o resumo da ministração:

 

Ester 1.1 a 19: “1 Nos dias de Assuero, o Assuero que reinou, desde a Índia até à Etiópia, sobre cento e vinte e sete províncias, naqueles dias, assentando-se o rei Assuero no trono do seu reino, que está na cidadela de Susã, no terceiro ano de seu reinado, deu um banquete a todos os seus príncipes e seus servos, no qual se representou o escol da Pérsia e Média, e os nobres e príncipes das províncias estavam perante ele. Então, mostrou as riquezas da glória do seu reino e o esplendor da sua excelente grandeza, por muitos dias, por cento e oitenta dias.

 

Passados esses dias, deu o rei um banquete a todo o povo que se achava na cidadela de Susã, tanto para os maiores como para os menores, por sete dias, no pátio do jardim do palácio real. Havia tecido branco, linho fino e estofas de púrpura atados com cordões de linho e de púrpura a argolas de prata e a colunas de alabastro. A armação dos leitos era de ouro e de prata, sobre um pavimento de pórfiro, de mármore, de alabastro e de pedras preciosas. Dava-se-lhes de beber em vasos de ouro, vasos de várias espécies, e havia muito vinho real, graças à generosidade do rei.

 

Bebiam sem constrangimento, como estava prescrito, pois o rei havia ordenado a todos os oficiais da sua casa que fizessem segundo a vontade de cada um. Também a rainha Vasti deu um banquete às mulheres na casa real do rei Assuero. Ao sétimo dia, estando já o coração do rei alegre do vinho, mandou a Meumã, Bizta, Harbona, Bigtá, Abagta, Zetar e Carcas, os sete eunucos que serviam na presença do rei Assuero, que introduzissem à presença do rei a rainha Vasti, com a coroa real, para mostrar aos povos e aos príncipes a formosura dela, pois era em extremo formosa. Porém a rainha Vasti recusou vir por intermédio dos eunucos, segundo a palavra do rei; pelo que o rei muito se enfureceu e se inflamou de ira.

 

Então, o rei consultou os sábios que entendiam dos tempos (porque assim se tratavam os interesses do rei na presença de todos os que sabiam a lei e o direito; e os mais chegados a ele eram: Carsena, Setar, Admata, Társis, Meres, Marsena e Memucã, os sete príncipes dos persas e dos medos, que se avistavam pessoalmente com o rei e se assentavam como principais no reino) sobre o que se devia fazer, segundo a lei, à rainha Vasti, por não haver ela cumprido o mandado do rei Assuero, por intermédio dos eunucos. Então, disse Memucã na presença do rei e dos príncipes: A rainha Vasti não somente ofendeu ao rei, mas também a todos os príncipes e a todos os povos que há em todas as províncias do rei Assuero.

 

Porque a notícia do que fez a rainha chegará a todas as mulheres, de modo que desprezarão a seu marido, quando ouvirem dizer: Mandou o rei Assuero que introduzissem à sua presença a rainha Vasti, porém ela não foi. Hoje mesmo, as princesas da Pérsia e da Média, ao ouvirem o que fez a rainha, dirão o mesmo a todos os príncipes do rei; e haverá daí muito desprezo e indignação. Se bem parecer ao rei, promulgue de sua parte um edito real, e que se inscreva nas leis dos persas e dos medos e não se revogue, que Vasti não entre jamais na presença do rei Assuero; e o rei dê o reino dela a outra que seja melhor do que ela.”

 

Vasti perdeu o reinado, pois não soube ocupar o seu lugar. Ela, simplesmente, se permitiu se ausentar, desprezando completamente o chamado do rei.  

 

Quantas vezes, você deu uma de Vasti e simplesmente deixou de ocupar o seu lugar como esposa, como mãe, como serva de Deus, pois deu lugar à preguiça, ao cansaço, ao medo, ao estresse... 

 

Tenha um momento de reflexão... 

 

 

O que você tem feito com a vida que Deus te deu? O que você tem feito com o seu reinado? 

 

Não podemos ser como Vasti, que só deu valor depois que não podia ter mais.

 

Não podemos tratar as pessoas achando que sempre a teremos por perto. A verdade é que nunca saberemos qual será o nosso último dia ao lado delas. 

 

Depois que Vasti perdeu o reinado, houve um concurso para eleger a nova rainha, e Ester foi a escolhida.

 

Não sabemos por que, mas o rei não tinha o costume de passar muito tempo com ela – talvez por ter se acostumado a ficar sozinho, pois Vasti era ausente. Mas isso não diminuiu o valor e o nível de influência que Ester tinha. 

 

Deus a colocou ali, pois tinha um propósito maior: a preservação do povo dela, que seria colocado debaixo de uma sentença de morte.

 

Ester recebeu a notícia do tio dela, Mordecai, que também era o seu líder espiritual.

 

Ele pediu para Ester interceder diante do rei em favor dos judeus. Mas ela recusou, não por arrogância, como Vasti, mas por medo de ser rejeitada e morta. Mordecai, então, a conscientizou:

 

Ester 4.13 e 14: “Não imagines que, por estares na casa do rei, só tu escaparás entre todos os judeus. Porque, se de todo te calares agora, de outra parte se levantará para os judeus socorro e livramento, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para conjuntura como esta é que foste elevada a rainha?”

 

Ester, por ser órfã e ter sempre vivido como uma escrava – diferente de Vasti, que era de família nobre e foi a vida toda preparada para, no mínimo, ser uma princesa – não sabia como ser rainha e muito menos ser a esposa de um rei. Mas buscou em Deus uma solução, se posicionou e conquistou para o povo dela o direito de lutar.

 

Guarde estas duas coisas:

 

 - Quando encontramos em Deus o nosso lugar, a dor, a tristeza, a mágoa e o desânimo deixam de ter lugar no nosso coração.!

 

- Quando colocamos Deus no lugar certo, todas as outras coisas passam a ocupar o seu devido lugar!

 

E como ocupar o lugar que Deus tem para mim?

 

 

1- Coloque em prática estes princípios básicos de sabedoria:

 

2 Crônicas 20.20: “Crede no Senhor vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e prosperareis”

 

2- Saia da caverna

 

Não se esconda dos problemas! Deus te deu capacidade para resolvê-los! Por isso, não terceirize sua responsabilidade. 

 

Em vez de pedir para Deus te livrar, peça para Deus te ensinar a vencer!

 

3- Não ande de acordo com a aprovação de homens, mas de acordo com a aprovação de Deus

 

Guarde isso:

 

Você não precisa da aprovação dos outros para ocupar o lugar que Deus te deu!

 

Pare e pense:

 

Quem estava precisando de uma solução: o rei ou Ester? 

 

O problema estava no rei, que não chamava Ester, ou em Ester, que não o procurou?

 

4- Peça para Deus te ensinar a viver cada fase

 

Como rainha e esposa de rei, Ester não poderia mais pensar e agir como uma escrava ou pensar e agir como uma menina órfã. 

 

5- Não lute com a força do seu braço, mas de acordo com a direção de Deus

 

Em um momento de fúria, Moisés acabou matando um soldado Egípcio e, por medo de enfrentar as consequências, fugiu para o deserto, onde ficou recluso por 40 anos.

 

Moisés foi escolhido para ser libertador do povo judeu e não para ser um assassino. 

 

Quando ele decidiu ocupar o seu verdadeiro lugar, cumpriu sua missão.

 

Guarde isso: As piores decisões são as emocionais. As melhores decisões são aquelas que vêm com a aprovação de Deus.

 

E, para finalizar, quando você ocupa o seu lugar, assim como ocorreu com Ester:

 

1- Deus te dará vitória contra aquilo que veio para te matar; 

 

2- Você alcançará graça e favor do Rei;

 

3- Você será próspera e supridora; 

 

4- Você terá governo e honra;

 

5- Você terá paz por todos os lados.

 

 

Redação